5 Dicas de Gestão de Recursos Humanos para Melhorar o Desempenho da Sua Equipa

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O sucesso de uma empresa e dos seus projetos depende muito da interação humana, interesse e produtividade, e isso significa que os gestores de projeto devem desempenhar um papel como profissionais de recursos humanos.

Aqui estão cinco dicas de gestão de recursos humanos que irão ajudá-lo a melhorar o desempenho da sua equipa.

1. Torne-se um líder servidor (Servant Leadership)

Se ainda não é, deve tornar-se um líder servidor. O seu papel não é apenas liderar pessoas e projetos, mas também colocar as necessidades do projeto, das partes interessadas e de sua equipa à frente das suas. Ser líder significa saber quando liderar, quando seguir, saber partilhar poder, crédito pelo trabalho e ajudar sua equipa a ter melhor desempenho. Afinal de contas, se a equipa está no seu melhor, por norma, você também está.

Um líder forte garante que as equipas se sentem confiantes de que estão a investir os seus esforços e a apoiar alguém, que é justo e que se importa em fazer o que está correto. Eles precisam de saber que o líder os protege à retaguarda, que é confiável e dá o exemplo. Estas são necessidades humanas inconfundíveis, e o líder deve estar no seu melhor se espera que a sua equipa seja produtiva e tenha um bom desempenho.

2. Ajude os membros da equipe a ver o valor das suas contribuições

Se cada membro de sua equipa não tiver real noção do seu papel e de como as suas contribuições irão afetar o projeto, será difícil que consiga que atuem no seu máximo potencial. Não basta atribuir tarefas e assumir que eles sabem o que precisa de ser feito, é necessário esclarecer a equipa sobre o impacto das suas ações no projeto.

O seu papel é guiar o processo através da comunicação e interação. Muitas vezes as pessoas podem ter algumas reservas quanto a partilhar as suas incertezas em frente ao grupo ou até mesmo individualmente com os gestores de projeto, por medo de parecerem incapazes ou incompetentes. O seu trabalho é ajudar os membros da equipa a sentir que podem fazer perguntas sem julgamento. Certifique-se de que está acessível e disponível quando algum elemento da equipa precisar de si.

3. Encoraje conversas por diversão, não apenas trabalho

Muitas vezes há mais trabalho do que horas disponíveis. Por esse motivo, os níveis de stress podem ser elevados. Reserve algum tempo para se divertir com sua equipa. Equipas que têm algum tempo para relaxar, para se divertir e se conhecer melhor, tendem a ser mais produtivas. Vão olhar uns para os outros com maior humanidade e compreensão, sendo muito mais propensos a ajudar-se mutuamente para cumprir metas. Ajude sua equipa a conhecer-se melhor e verá que todos irão crescer em conjunto.

4. Não sufoque o crescimento

Liderar pessoas também significa incentivar o crescimento. Líderes fortes não sufocam o crescimento dos membros da sua equipa, eles orientam-nos e os encorajam-nos a utilizar as suas capacidades e conhecimentos de alto nível. Evite ser um micro-gestor, não deixe de partilhar créditos e elogios com quem merece.

A vontade de crescer e progredir na carreira faz parte da natureza humana e isso é válido para todos os membros de sua equipa. Incentive-os a partilhar as suas melhores ideias, e quando o fizerem, recompense-os, dando-lhes o crédito merecido. Se sufocar o crescimento deles, irá garantidamente sufocar o desempenho e produtividade de toda a equipa, incluindo a sua. O crescimento pessoal e profissional deve ser visto com algo positivo para todas as partes envolvidas.

5. Seja honesto e parte da solução

Não é fácil partilhar notícias desfavoráveis com os membros da sua equipa, mas a confiança é baseada em honestidade. Sempre que possível, seja completamente honesto com os membros da equipa sobre o seu desempenho e o impacto das suas ações, especialmente quando não está em pé de igualdade. O feedback deve ser dado de maneira respeitosa, oportuna e com soluções.

Permita que os membros da equipa possam contribuir para as soluções com os seus comentários e opiniões. Um diálogo bidirecional é obrigatório. Não existe utilidade em simplesmente coagir a atuação de um membro da sua equipa sem lhe dar tempo e oportunidade para corrigir os seus erros de maneira positiva.

 

Procura um software de gestão que o apoie na Gestão de Recursos Humanos?